The book is on the table…

Hoje fui até uma livraria católica a procura de um livro. Chegando na livraria fiquei procurando o livro e ao mesmo tempo pesquisando novos títulos. Em determinado momento o vendedor e uma cliente estavam conversando alto, bem ao meu lado e não pude deixar de ouvir a conversa.

A senhora estava a procura de um livro e um cd de um padre. Na loja não havia nenhum exemplar dos produtos procurados por ela. Ela seguiu perguntando onde havia outra livraria católica onde poderia adquirir o que tanto queria. O vendedor informou que aquela era a única livraria católica da cidade. A idosa lamentou o fato e ainda argumentou que havia um monte de livrarias evangélicas e somente uma católica. Ai, o vendedor falou com desdém: “E nas livrarias evangélicas a senhora só vai encontrar Malafaia, Edir Macedo e similares!”

Ai, não me contive. Tentei, confesso, mas não me contive e tive que intervir na conversa de forma carinhosa e amável: “Só uma coisa: realmente tem muita porcaria nas livrarias evangélicas, mas nem tudo se resume a estes que você citou. Tem coisa boa!”

A senhora respondeu afirmativamente, concordando com minhas palavras. O vendedor fechou a cara e simplesmente respondeu que a senhora não acharia o que procura por lá. Sorri e continuei a minha procura na loja. Não era caso para discutir, mas de informar.

Fiquei pensando logo depois sobre a afirmação do vendedor. Realmente ele não deixou de ter razão no que ele falou. Há milhares de livros que prejudicam muito a fé de tantos que sinceramente se achegam ao Senhor. Há que se ter muito cuidado quando se entra numa livraria evangélica. Muitos compram a lista dos “10 mais” e deixam de se aprofundar em sua fé porque só procuram os ‘ventos de doutrina’ que abatem a igreja atual.

Só que ao mesmo tempo, numa simples visita podemos adquirir obras de gente como J.I. Packer, John Stott, Eugene Peterson, Richard Foster, William Hendriksen, Martin Lloyd-Jones, Jürgen Moltmann, Allister McGrath, Karl Barth, João Calvino e tantos outros autores que me auxiliaram a perceber que a fé cristã é prática e profunda.  Entre os brasileiros temos em muitas estantes nomes de peso como Ricardo Barbosa, Russel Shedd, Robinson Cavalcanti, Ariovaldo Ramos, Heber Campos, Augustus Nicodemus, Renato Vargens e outros tantos!

Homens que regaram as raízes da fé de tantos homens e mulheres de Deus na história da igreja. Que em seus escritos nos inspiraram a sermos mais parecidos com nosso Senhor. Temos estes e tantos outros escritores que estão em algumas estantes nas livrarias evangélicas, mesmo que num canto escondido, auxiliando a nossa caminhada cristã. Infelizmente, não estão na lista dos mais vendidos, mas estão lá a disposição de quem possa adquiri-los.

Lembro sempre de uma frase: “Livros não mudam o mundo, mudam pessoas”. A cada dia estou convicto disto! Se em nossas livrarias a coisa não está fácil, isso não quer dizer que não há nada bom. Sempre há! Basta procura, pesquisa e conversa com pessoas mais experientes na fé. Antes de comprar, não custa nada perguntar.

Bom, é isso!

Feliz Natal a todos!

5 comentários em “The book is on the table…

  1. O problema é que os “pensadores” da igreja moderna estão extasiados por muitos desses ventos doutrinários. Muitos sequer conhecem alguns autores que você citou, como Jonh Stott, por exemplo, talvez o mais famoso depois do Calvino.
    É uma pena, tanta coisa simples e boa sendo substituída por literatura fraca e nada evangélica.

    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s